Home Brasil Meio Ambiênte Brasil reduz em 90% o consumo de substâncias que destroem a camada de ozônio

postheadericon Brasil reduz em 90% o consumo de substâncias que destroem a camada de ozônio

O IBGE divulgou nesta segunda-feira (18) a edição de 2012 dos IDS (Indicadores de Desenvolvimento Sustentável), em que traz algumas boas notícias sobre o a questão ambiental no Brasil. O consumo de substâncias que destroem a camada de ozônio, por exemplo, caiu 90% nas últimas duas décadas.

Os números mostram a evolução: em 2000, consumia-se 11,1 mil toneladas de PDO (potencial de destruição da camada de ozônio).

Desflorestamento da Amazônia cai 50% de 2010 para 2011:

Em 2010, uma década depois, a quantidade baixou para 1,2 mil toneladas de PDO.

Já o CFC, o clorofluorcarboneto, considerado o produto mais perigoso nesta questão, foi de 9,27 mil toneladas de PDO para -14 toneladas de PDO.

O número negativo significa que até os estoques remanescentes foram destruídos ou exportados.

 

Enquete
O que você achou do novo site?
 
Banner

Assine nossos informativos eletrônicos gratuitos.


Nome:

Email:

 
 
 
 
 
 
  • Advertisement
  • Advertisement